Educação Positiva nas Necessidades Especiais

De momento, estou a frequentar uma Pós-Graduação em Parentalidade e Educação Positiva pela Escola de Parentalidade & Educação Positiva no Porto.

Quando comecei a interessar-me por esta área, achei que era uma ferramenta profissional que podia ser fundamental para mim como Psicomotricista. Mal sabia eu que se tornaria mais do que isso. É uma ferramenta para todos nós, para todas as Pessoas, seja em que “papel” estiverem, seja fora ou no mundo das necessidades especiais… Porque Parentalidade e Educação Positiva vai, realmente, além fronteiras. 🌏

Uma reflexão além fronteiras

Como um dos trabalhos da formação, pediram que escrevesse uma reflexão sobre esta filosofia de vida. Escrevia num ápice, sem me esquecer de falar das Necessidades Especiais e em como esta filosofia de vida também pode ser uma escolha das famílias com crianças com Necessidades Especiais. Por isso, aqui vai um excerto desta reflexão sobre isso mesmo ❤ :

“Como referi anteriormente, eu sou terapeuta. Dedico-me a crianças, pais, professores e educadores que procuram, acima de tudo, que a criança “dê um salto”, ultrapasse as suas dificuldades, tendo como impulsionador para tal as potencialidades da criança. Se não nos mostrarem que acreditam em nós e não nos ajudarem a vermos as nossas próprias potencialidades, como acreditamos em nós mesmos? É igual com as crianças, pais e professores que acompanho. No meu dia-a-dia, na minha profissão de coração como psicomotricista, tenho apenas um grande objetivo: mostrar potencialidades e explorá-las como resposta às dificuldades e necessidades de quem acompanho. Não falo apenas das potencialidades da criança, mas também dos pais e professores da mesma. Tenho um compromisso para com cada criança a quem dedico a minha atenção, o meu carinho, tudo o que descubro e sei. Mas tenho também esse mesmo compromisso para com os pais e professores com quem articulo. E isso faz toda a diferença. Quando utilizarei os pilares e ferramentas da Parentalidade e Educação Positiva no meu mundo das necessidades especiais com as crianças, pais e professores? Comprometo-me a fazer de tudo para que seja Sempre, todos os dias da minha vida como psicomotricista. As pessoas são não definidas pela raça, pela cor, pelo género, pelo estilo de vida que levam quanto mais pelas necessidades que têm (pelo menos, não deviam ser). Todos devemos ser definidos pela pessoa que somos e, como tal, a Parentalidade e Educação Positiva está para todas as Pessoas, não apenas para “papéis” definidos, como explicado anteriormente.

Aos pais e professores das crianças com necessidades especiais mostrarei que também podem acreditar que a Parentalidade e Educação Positiva também dá frutos nas crianças com necessidades especiais e nas suas famílias! Elas também devem ser alvo do respeito mútuo, das relações fortes e de qualidade com aqueles que as rodeiam (o vínculo), da pró-atividade na procura de perceber o seu desenvolvimento seja que condição tenham; da liderança empática porque todos temos missões, apenas precisamos que nos orientem e conduzem com respeito na sua concretização; e do “educar sem punir” porque nos desafios e obstáculos, que as transcendem na maioria das vezes, as crianças só estão à procura de que as percebem e as orientem, em vez de se sentirem humilhadas ou desvalorizadas.

Com os pais e professores das crianças com necessidades especiais utilizarei os pilares e as ferramentas da Parentalidade e Educação Positiva: ajudando-as a reconhecer aquilo que sentem e a aceitarem que os sentimentos e emoções não se escolhem, vivem-se logo a culpa perante tal pode ser libertada; questionando-lhes de forma a que se sintam capazes e com o poder de escolher e definir o caminho nas necessidades especiais, em vez de sentirem que as necessidades especiais lhes tomaram o poder e a possibilidade de escolher e decidir; comunicando de forma positiva, sem julgar ou avaliar, apenas observando, falando de sentimentos e mostrando respeito pelas suas dúvidas, tristezas, mágoas ou qualquer outro sentimento.

A Parentalidade e Educação Positiva é, verdadeiramente, um caminho aberto a todos aqueles que escolherem percorrê-lo. E nesse caminho não deixarão de existir desafios e obstáculos, no entanto, pela resiliência, pelo auto-estima, pela empatia e pelo respeito mútuo que se desenvolve ao longo deste caminho, acredito que todos conseguiremos ver que nada é estanque na vida, e que podemos sempre escolher a vida que queremos viver, e não a deixar que esta nos escolha a nós mesmos. Foi isso que a Parentalidade e Educação Positiva me mostrou: as escolhas são nossas, o poder está sempre na nossa capacidade de dizer a nossa verdade, de definir um objetivo em que acreditamos, sermos assertivos e persistentes sobre o mesmo, darmos valor ao que nos faz feliz a nós e aos nossos, sem esperar a oval dos que nos rodeiam. Tudo isto é um caminho para a felicidade, e tal como “comportamento gera comportamento”, felicidade gera felicidade, sem qualquer sombra de dúvida.”

…Agora vou continuar o caminho da minha filosofia de vida além fronteiras! E vocês ai em casa? Que escolha farão?

Blog Mais q’ Especial 

About the author

Psicomotricista, apaixonada por conhecer e partilhar. Autora do blog 'Mais q'Especial'.

Leave a Reply

Beatriz Pereira

Psicomotricista, apaixonada por conhecer e partilhar. Autora do blog ‘Mais q’Especial’.

Subscreve a minha newsletter!

Segue-me no facebook!

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar